Assim de repente

27022011

Tudo começou com um simples oi tudo bem? de onde você é? um papo sem rumo de ambas pessoas com férias tediosas e gostos músicas parecidos. Morava numa cidade distante que ouvirá falar poucas vezes, minha personalidade no sexo oposto, me fazia rir e nos entendíamos como ninguém, o que jamais tinha acontecido até então, demorou pra acontecer, mas aconteceu.
Nos encontramos, na verdade eu o encontrei, eu que fui lá e comecei tudo, mas se não fosse por ele, por nos dois e as mil e uma consequências que a distância nos trouxe não estaria aqui de coração cheio escrevendo o que sinto. Não imaginei, ninguém nunca imagina não é? Nunca se vê nessas situações, vê o outro, comenta, julga, mas nunca se coloca no lugar, quando se coloca nunca é o que realmente aconteceria. O que faz a experiência valer mais apena.
Daquela simples amizade valido para as horas vazias de uma madrugada qualquer, me veio algo que considero mais grandioso que meu coração possa produzir. Sufocante, que me aperta o peito e traz uma sensação boa e ruim, triste por ele não estar aqui e feliz pelo o que sinto por ele, e por ele sentir também, a saudade, o nosso amor a distância. Momentos de insônia resultantes de viagens em pensamentos nostálgicos de tudo, absolutamente tudo o que vivemos e a vontade de viver de novo, onde aqueles mesmos sorrisos que sempre trago no canto na boca que tento disfarçar, que ele sempre o descobre, que ele sempre os provoca.

CONVERSATION

4 Comentários:

  1. de repente é separado...

    ResponderExcluir
  2. Que lindo!
    bjs e ótimo fds

    www.relicario-fashion.blogspot.com

    ResponderExcluir

© Blog AGAP 2009 - 2016. Todos os direitos reservados.