Cinema: Especial de Natal

Imagem: Arianne Dreessen
Nesta época do ano, querendo ou não, todos acabamos entrando no clima natalino. Seja comprando presentes, aproveitando o tempo livre com a família ou refletindo sobre o decorrer do ano que está no fim.. Decidi fazer uma lista com alguns filmes que eu acho que todos deveríamos assistir nesta época do ano (e nas outras também).


1. Felicidade não se compra - Este clássico dos anos 40, dirigido por Frank Capra, retrata de forma bastante simples alguns valores que são simplesmente atemporais: solidariedade, compaixão e também os valores do indivíduo em si. A história trás George Bailey, um homem que na véspera de Natal está passando por uma crise e parece ter perdido o seu rumo. Para entendermos melhor do que se trata esta crise do protagonista, Capra faz uma retrospectiva de toda a vida dele, que está sendo contada por Deus a um anjo.

Somos apresentados à vida de um homem que aos poucos foi desistindo de todos os seus sonhos pelo bem daqueles com quem ele se importava, e que em um determinado momento chega à conclusão de que não  vale mais a pena viver. A missão do anjo é convencer George a não desistir da vida. É um filme leve, cheio de um humor inocente porém que também transmite o drama das personagens. Realmente vale a pena assistir, esta produção entrou para a minha lista de favoritas.




2. O Expresso Polar - Primeiro eu preciso dizer que este é um dos meus filmes de Natal favoritos. Esta animação de 2004 conta a história de um menino que deixou de acreditar em Papai Noel, e que na véspera de Natal se depara com um grandioso trem, o Expresso Polar, com destino ao Polo Norte, em frente a sua casa, esperando pelo seu embarque. O garoto fica inicialmente temeroso, mas, estimulado pelo condutor, acaba embarcando. No trem ele encontra diversas outras crianças, entre elas uma garota bastante amigável e um outro menino muito tímido, Billy, com que forma uma amizade. 

O percurso é cheio de aventuras e imprevistos, e chegando ao Polo Norte - à casa do Papai Noel, mais especificamente - os três vivem uma série de aventuras que os aproxima e ensina algumas lições. Digamos que este não é um filme para se assistir com uma mentalidade mais adulta, mas sim com um espírito mais de criança, deixando-se levar novamente a magia e beleza do Natal. 


3. O Grinch - O filme é uma adaptação do livro - Como o Grinch Roubou o Natal (1958), de Dr. Seuss - e conta a história do Grinch, uma criatura que vive isolada em uma montanha nos arredores da cidade de Whoville, a terra dos whos. O Grinch abomina o Natal, e nutre um grande ódio por todos os whos. Toda essa amargura deve-se ao fato de o seu coração “ser dois tamanhos menores”. Decidido a acabar com o Natal, o Grinch desce a montanha até Whoville acompanhado pelo seu cão Max para por em prática os seus planos. Em um destes seus planos conhece a jovem Cindy Lou Who, uma garotinha que questiona os valores e a verdade por trás do Natal, que para os whos se resume à compras e festas. 

Sempre dou boas risadas quando assisto ao filme, a atuação de Jim Carrey dá ao Grinch um toque cômico que torna o filme hilário. Vale a pena assistir para relembrar que Natal não são somente presentes e festas e, é claro, para ver a Taylor Momsen fofíssima no papel de Cindy Lou Who.



4. Gremlins - Este é um daqueles filmes que já passou várias vezes na Sessão da Tarde e que ninguém se cansa de assistir. Um jovem ganha do pai um peculiar bichinho de estimação, um Mogway. Os Mogways são pequenos e simpáticos animais que parecem uma mistura de morcego com coruja, mas que vêm com três regras que em hipótese alguma devem ser quebradas: não entrar em contato com a água, não se alimentar depois da meia noite e não ser expostos à luz forte. Estas regras acabam não sendo respeitadas, e os fofíssimos Mogways se reproduzem descontroladamente e se transformam nos monstros Gremlins, que acabam por levar o caos à cidade. O filme é  uma ótima mistura de comédia com um leve terror, e já valeria a pena assistir somente pela fofura dos Mogways.


5. O Estranho Mundo de Jack - Jack é o Rei da Abóbora, o ser mais respeitado da Cidade do Halloween. Depois de vários anos de halloweens bem sucedidos Jack sente-se cansado de tudo e, por uma série de razões, acaba encontrando a Cidade do Natal, governada pelo Papai Noel. Jack então fica intrigado com o que vê e decide capturar o bom velhinho e levá-lo para a Cidade do Halloween para recriar o Natal. O que acontece é que a festividade acaba virando uma extensão do Halloween, e o Natal é arruinado. Este filme é outra mistura muito boa de humor com um leve - nesse caso leve mesmo - e terror. É bastante engraçado e tem algumas cenas um pouco mais sombrias. É infantil o suficiente para as crianças mas não tão infantil que seja somente para as crianças. Muito bom trabalho do Tim Burton.




6. Papai Noel das cavernas - O filme trata da história do Papai Noel de uma maneira um pouco diferente. Uma empresa está fazendo escavações em um monte na Finlândia e descobre algo fascinante. Dois meninos ficam sabendo do achado e o mais novo acredita se tratar do Papai Noel. Naturalmente o menino é desacreditado por todos, porém ele decide pesquisar mais a fundo o assunto - o que eu achei muito interessante, pois eles mostram bem a curiosidade típica das crianças -. Em meio à sua pesquisa o garoto descobre uma história bem diferente do bom velhinho - não tão bom assim -: na Idade Média acreditava-se que ele era um monstro que comia crianças ensopadas na noite de natal. Com a descoberta deste “Papai Noel” várias crianças do vilarejo do menino começam a sumir. O menino, junto com o pai e dois amigos do mesmo decidem vender o achado, levando os duendes a começar uma jornada sanguinária em busca de vingança. 

Eu adorei este filme pelo modo como ele aborda a história do Papai Noel, e pelo fato de  que apesar de ser uma história de fantasia, possa ser facilmente encaixado na categoria de suspense também. Sem contar aquela lenda medieval que eu adorei. Vale muito a pena assistir.


7. Fantasmas de Scrooge - Ebenezer Scrooge é um avarento que odeia o Natal, e quanto mais próximo das festividades mais amargo e rabugento ele fica. Em um determinado ano Ebenezer recebe a visita do fantasma do seu ex-sócio, que vem alertá-lo de suas ações, dizer que ele ainda tem uma chance de mudar a sua eternidade e contar sobre a visita que ele receberá de três fantasmas: o do passado, o do presente e o do futuro. Ebenezer não acredita muito, porém recebe os três visitantes que fazem com que ele perceba o quanto esteve perdendo com toda a sua amargura e avareza. 

O filme é bastante infantil e moralista, mas pode agradar ao mais velhos também. Ele é um dos muitos que mostra a importância de apreciar as pequenas coisas da vida e ensina a importância da família e dos amigos. Bem bonitinho, vale a pena assistir.


8. Confissões de Schmidt - Warren Schimidt é um homem de 60 anos que está em uma crise existencial após a sua aposentadoria e o falecimento da sua esposa. A sua filha está prestes a se casar e para ela o que importa é a verba, e não a presença do pai. Sentindo-se vazio, Schimidt encontra-se em um estado de profunda melancolia. Buscando preencher a sua vida, Warren começa a se corresponder com um garoto que não conhece, mas que adotou à distância. Para tentar impedir o casamento da filha com um homem que ele considera inadequado, Schimdt embarca em uma viagem de trailer na qual se encontrará em situações comoventes, que serão narradas em cartas ao garoto que adotou. 

O filme é bastante triste e comovente, e apesar de o tema central não ser o Natal eu decidi colocá-lo na lista pois esta é uma época na qual por algum motivo repensamos a nossa vida, colocamos o nosso ano na balança, e é isso que faz o protagonista. É um lindo filme, assistam!


9. Estão Todos Bem - No filme temos um pai, recentemente viúvo, que decide reunir todos o filhos. Após o encontro que marcou com os filhos ser desmarcado por todos, o pai decide sair em viagem para visitá-los. O que ele encontra são os filhos em uma realidade muito diferente da que ele idealizou. Esse também é um filme cujo tema central não é o Natal, mas que eu achei digno colocar na lista.


10. Um Conto de Natal - Esta é a história de um casal, Junon e Abel, que têm dois filhos, Elisabeth e Joseph. O menino sofre de uma doença genética e precisa de um transplante de medula, o que leva o casal a ter outro filho, na esperança de salvar o menino. No entanto o menino acaba falecendo, e anos depois a mãe sofre da mesma doença, e o único que pode salvá-la é Henry, o mais novo, agora um alcoólatra com uma péssima relação com a mãe. Na noite de natal a família tem de tomar decisões drásticas, que levantam alguns dramas. O filme é sobre família, sobre as relações dentro dela e a sua importância. Realmente comovente.
Então, alguns dos filmes não são exatamente sobre o Natal, mas sim sobre sentimentos/ações comuns no Natal. Espero que gostem do especial, que ficou enorme, mas realmente vale a pena. :)

CONVERSATION

0 Comentários:

Postar um comentário

© Blog AGAP 2009 - 2016. Todos os direitos reservados.